Projeto - Sensibiliza(do/ndo): qual o papel do professor do IF Sertão PE na inclusão educacional?


Esta Proposta de Formação Docente em Exercício é resultado das demandas institucionais relacionadas ao tema “Inclusão Educacional” e está ancorada no aporte legal da Política Nacional de Educação Inclusiva, nas Diretrizes Curriculares Nacionais para Formação Docente e na Política Nacional, como também na de Formação dos Profissionais.

Desta forma, ela representa uma importante ação de formação de professores que visa possibilitar o fortalecimento das ações didático-pedagógicas dos docentes desta Instituição e dos demais servidores que atuam (in)diretamente no processo de ensino e de aprendizagem.

Assim, constitui-se em um Curso a ser realizado em todos os Campi para discutir a inclusão educacional e o papel do professor neste processo. É uma ação interventiva que oportunizará a sensibilização/conscientização sobre os saberes e a prática pedagógica por meio da promoção de discussões e reflexões no coletivo, considerando as singularidades e especificidades de cada Campus. Além disso, pretende-se promover a ressignificação de práticas pedagógicas; estreitar as relações docentes-estudantes, docentes-equipe pedagógica, valorizando sempre, as experiências oriundas no/do fazer pedagógico.

E a escola para desempenhar seu papel educativo, deve promover a inclusão entre as pessoas, respeitando e trabalhando com as individualidades. Paulo Freire diz: “Educar é impregnar de sentido o que fazemos a cada instante!” É preciso estar sempre revendo, ressignificando a prática pedagógica, apropriando-a à realidade em que se vive.

Contudo, não são os estudos isolados sobre inclusão que conseguirão resolver os conflitos e as tensões construídos historicamente na educação inclusiva. É necessário que se leve em consideração todos os aspectos, sejam eles históricos, linguísticos, sociais e culturais. Só assim se praticará uma inclusão, efetivamente, integradora na escola. Urge deixar de considerar o aluno como um ser incapaz, que a culpa do fracasso escolar é sempre dele.

Portanto, considerando os aportes legais que regem a formação docente e a necessidade de ofertar ações formativas voltadas aos docentes, este curso será de grande importância para os professores do Instituto Federal Sertão Pernambucano, no qual se terá oportunidade de socializar as experiências exitosas ou não, em busca de soluções para contribuir com uma educação inclusiva integradora.



2 – OBJETIVOS


Objetivo geral:

  • Contribuir com a formação política e didático-pedagógica dos professores e demais servidores do IF Sertão-PE voltada à inclusão educacional.


Objetivos específicos:

  • Oportunizar a discussão/reflexão sobre a prática docente em relação à inclusão, por meio de uma metodologia dinâmica, interativa e significativa que proporcione ação-reflexão-ação;

  • Estabelecer discussões contextualizadas sobre o fazer pedagógico, com base na realidade do trabalho de cada Campus e das demandas locais, num processo teórico-prático e interativo-reflexivo;

  • Discutir a práxis docente, possibilitando a construção coletiva de novas práticas e saberes voltados à temática em questão.



3- PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO:


Ao concluir o curso, o docente demonstrará sensibilidade/consciência de ser, também, ele mesmo, o responsável pelo ensino e a aprendizagem do aluno “diferente”, do sem deficiência e do com deficiência, independente dos recursos humanos e pedagógicos (intérprete/tradutor, lupas, lentes de aumento e réguas de leitura, entre outros) de que o IF Sertão PE dispõe, utilizando a competência comunicativa de que lhe for necessária.

Sugestões de Leituras:

  • Legislação Brasileira sobre Inclusão.

  • ÉGLER, M. T. Inclusão Escolar: O que é? Porquê? Como Fazer? São Paulo: Moderna, 2003, 2006. (Coleção: Cotidiano Escolar).

  • GLAT, R; FERNANDES, E.M. Da Educação segregada à educação inclusiva: uma breve reflexão sobre os paradigmas educacionais no contexto da educação especial brasileira. Revista Inclusão. Brasília, v. 1, n. 1, p. 35-39, 2005.

  • Participar de Fórum Reflexivo sobre Inclusão.

  • Análise de questões-problema da educação.

  • Após as leituras sugeridas e outras mais, reúna-se, virtualmente e/ou fisicamente, com colegas, e proponham uma atividade virtual e outra física, para apresentação das situações-didáticas inclusivas (a(s) escolha(s) da “diferença” e/ou da deficiência, ficará(ão) a critério de vocês). Essas atividades deverão ser socializadas na culminância do Módulo Presencial II;